top of page
blog2.png

Blog

Itália vai liberar mais permissões de trabalho para imigrantes

Objetivo é atrair trabalhadores qualificados de fora da União Europeia após relatório do Banco da Itália mostrar que falta mão de obra pode afetar planos de recuperação do país no pós-pandemia

O governo da primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, vai aumentar o número de permissões de trabalho para imigrantes de fora de países da União Europeia (UE) como maneira de povoar o mercado de trabalho do país.


Meloni disse que o governo vai emitir 425 mil novas permissões de trabalho para imigrantes de fora da UE entre este ano e 2025, segundo o “Financial Times” (FT). Apesar do anúncio da premiê, a Itália vai continuar com a dura política de impedir a chegada de imigrantes ilegais pelo Mediterrâneo.


Em fevereiro deste ano, o náufrago de um bote com cidadãos de Paquistão, Síria, Afeganistão e outros países provocou a morte de 94 pessoas - incluindo mulheres e crianças pequenas - próximas à costa italiana, evento que provocou críticas internas e da comunidade internacional.


A nova abordagem para trazer imigrantes ao país acontece após relatório do Banco da Itália mostrar que a falta de trabalhadores qualificados pode afetar os planos de recuperação pós-pandemia da Itália, especialmente nas áreas de TI e construção.


Pelo plano, a Itália planeja aumentar gradualmente o número de novas autorizações de trabalho anuais, chegando a 165 mil em 2025, ao mesmo tempo, em que expande as categorias de empregos para as quais imigrantes de fora da UE serão elegíveis.


Neste ano, a Itália planeja emitir 40 mil novas permissões de trabalho, com mais de 82 mil já em andamento. Antes da pandemia o país emitia em média menos de 31 permissões de trabalho para estrangeiros, segundo o “FT”.


Fonte: Valor Investe

Comments


bottom of page