top of page
blog2.png

Blog

'Vila-fantasma' atrai milhares de turistas na Itália

Civita of Bagnoregio é conhecida também como 'a cidade que está morrendo

Localizada no alto de um platô instável, Civita di Bagnoregio - uma cidade da província de Viterbo, no centro da Itália , um subúrbio da comuna italiana de Bagnoregio - é vítima há séculos de terremotos, deslizamentos de terra e erosão. Este fenômenos naturais provocaram o êxodo em massa da população local - o que se tornou um desafio para a economia da região.


Localizada a 120 quilômetros ao norte de Roma, a cidade já teve cerca de três mil habitantes, mas hoje conta apenas com dez moradores fixos, segundo informações da coluna Nossa Viagem, do UOL.


Todos esses pontos negativos, curiosamente, são os motivos que vêm tornando a cidade conhecida, e que tem atraído cada vez mais turistas e investimentos.


A situação começou a mudar quando em 2013, a administração de Civita, ao observar o interesse de turistas com festivais culturais e outras atrações próximas, resolveu cobrar de quem desejasse entrar na vila. O que poderia ter sido um tiro no pé, foi uma tacada certeira.


"Visite Civita. Pague uma taxa simbólica de 1,50 euro e ajude a preservá-la" diz a mensagem aos visitantes. A taxa cobrada hoje é de cinco euros.


Segundo a "National Geographic", em cinco anos a movimentação de turistas causou ao centro de Civita a perda de 30 centímetros de solo. A questão, inclusive, já chamou atenção até da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), em 2017, que deseja tornar o local patrimônio cultural da humanidade.


"A candidatura nos obrigou a desenhar um sistema de monitoramento dos movimentos da falésia e do vale, mas a erosão não é causada por multidões de milhares de pessoas que chegam a cada hora — o que não existe", reforça Roberto Pomi, porta-voz de Civita.


Fonte: IG - Turismo

コメント


bottom of page