top of page
blog2.png

Blog

Cidadania italiana: em quais países posso morar?

A dupla cidadania proporciona vantagens para quem pretende viver em diversos países.



A cidadania italiana dá direito a morar em quais países? Essa é uma das dúvidas mais comuns dos descendentes de italiano que pretendem entrar com o processo para obter a dupla cidadania.


Na verdade, a resposta é bem simples: uma das grandes vantagens da cidadania para os ítalo-brasileiros é que ela dá direito a morar em qualquer país da União Europeia.


Sendo assim, o cidadão brasileiro com nacionalidade italiana pode morar, estudar e trabalhar na Itália e também em qualquer um dos outros 27 países da União Europeia:

  • Alemanha

  • Áustria

  • Bélgica

  • Bulgária

  • Chipre

  • Croácia

  • Dinamarca

  • Eslováquia

  • Eslovênia

  • Espanha

  • Estônia

  • Finlândia

  • França

  • Grécia

  • Holanda

  • Hungria

  • Irlanda

  • Itália

  • Letônia

  • Lituânia

  • Luxemburgo

  • Malta

  • Polônia

  • Portugal

  • República Tcheca

  • Romênia

  • Suécia

E tem mais: com a cidadania italiana você tem direito a morar legalmente em qualquer um desses países com os mesmos direitos de um cidadão europeu, como acesso à saúde, educação pública e benefícios como auxílio-desemprego, entre outros.


Estados Unidos e Canadá

Além disso, com a cidadania italiana é possível permanecer nos Estados Unidos e no Canadá por até 90 dias como turista, sem necessidade do visto americano.


Para isso, é necessário possuir o passaporte italiano eletrônico. Basta fazer o Sistema Eletrônico para Autorização de Viagem (ESTA), espécie de autorização prévia de viagem, que consiste no pagamento de uma taxa e preenchimento de um formulário online.


Cidadania italiana na Austrália

Como o passaporte italiano é um dos mais fortes do mundo, a cidadania italiana também permite que você visite a Austrália como turista sem necessidade de um visto.


E tem mais: com a cidadania italiana, é possível obter o visto Working Holyday Visa, que permite que pessoas com idades entre 18 e 30 anos permaneçam na Austrália por até um ano, com possibilidade de prorrogação.


(Fonte: Italianismo)

Kommentare


bottom of page